Artistas (Página 5)

 


 

Marcos Quinan

Nasceu em Ipameri em 1954. Poeta, compositor, artista plástico, descrevem:"Caipira pós-moderno, Quinan tem na pele uma colcha de retalhos do chão vivido em 54 anos de estrada — os primeiros 18 anos em Ipameri; 11 em Goiânia, um em Porto Alegre, outro no Rio e 23 anos em Belém do Pará. Sensibilidade, intuição, criatividade e muita pesquisa de linguagem, história e fatos pitorescos da vida do homem simples revelam-no mais que um sertanista. ‘‘Sou um autodidata que escolheu aprender o Brasil’’, confessa. Além de seus livros e pinturas já apresentados neste site, Marcos é ainda compositor de instrumentista do oitavo CD. Sempre brihante e inovador em suas composições musicais, como em toda sua vida de artista.
Site: www.festivaisdobrasil.com.br/marcosquinan

 

Noemi Garcia Portilho

Nasceu em São Paulo, capital em 14 de fevereiro de 1959. Reside em Ipameri há mais de 20 anos e onde criou a Escola Musical Porto Som, que tem formado crianças, jovens e adultos na arte da teoria e prática musical. Com formação superior em Música, a Professora Noemi é filha dos imigrantes espanhóis, Domingos Garcia e Anna Dias Garcia. É professora de piano, órgão, teclado, canto e canto coral. (A Professora Noemi é a que está entre as duas jovens filhas).

 

Trio de Janeiro

A escritora ipamerina, Dorys Daher durante 18 anos fez parte de um trio musical, juntamente com Marim Victor e Paulo Machado, denominado Trio de Janeiro. Fizeram várias apresentações em diversos teatros e casas noturnas do Rio de Janeiro, agradando muito o público pelo seu estilo inovador denominado "Romântico Dilacerado" - uma mistura de amor com humor e que contava com a participação da platéia. O primeiro show do trio denominou-se "Pode ser cafona... mas é lindo". O sucesso levou a gravação do CD Trio de Janeiro Volume I com músicas dos compositores: Rita lee, Jane e Herondy: Pim Pinela; Reginaldo Rossi; Wanderley Cardoso; Gigliola Cinquetti; Amado Batista; Xitaozinho e Xororó; Jessé ; Whitney Houston e muitos outros. Segundo a integrante ipamerina, Dorys Daher, o objetivo é cantar com diversão, enfatizando o amor.

Carla Rezende de Souza

 

Joviano Gomes Pires

Nasceu em Campo Alegre de Goiás, quando lá ainda era Distrito de Ipameri em 24 de dezembro de 1928. Filho de Joaquim Gomes Pires e Maria Custódia Pires. Autodidata em teoria e prática musical, executa com maestria, desde muito novo Adordeon e Sax e por último dominou o Teclado. Já fez inúmeras apresentações públicas em grandes eventos do passado na cidade e até a atualidade, convive intimamente com seus instrumentos e a música.

Mario Gertrudes

Mário Roberto Gertrudes nasceu em Araguari-MG e mudou-se para Ipameri onde passou a residir há mais de 30 anos, sendo funcionário público do Município. Filho de Manoel Gertrudes e Brígida de Lima Gertrudes. Exímio solista de violão, sempre ministrou aulas com rígida disciplina aos interessados em teoria e prática musical. Realizou várias apresentações em público, serestas, sempre emocionando pela maestria com que domina seu instrumento predileto.

Zarry Abrahão Basílio

Nasceu em Ipameri em 2 de agosto de 1931, filho de Abrahão Basílio e Farida Daher Basílio. Dominava com facilidade os instrumentos de corda, especialmente o Bandolim e o Violão. Conhecido pelas suas belas serestas, fez várias apresentações em público em eventos na cidade. Faleceu em 5 de agosto de 1970.

Toninho Caetano

Antonio Caetano Filho nasceu em Ipameri, filho do Capitão Caetano e D. Aventina. Compositor, cantor e exímio violonista, formou na década de 70 a "Banda Apolo 7" que animava bailes além de promover serestas. Participou em Festivais de música local e em Goiânia. Premiado pelas suas composições, arranjos e interpretações. Viveu a maior parte de sua vida em Ipameri, tendo se mudando em seguida para Goiânia.

Areovaldo Batista da Silva ( Zazá)

Nasceu em Nova Aurora-Go em 16 de novembro de 1951. Filho de Arão Batista da Silva e Ranulfa Rosa Silva. Revelou desde muito novo seu dom para música: canto, instrumentos de corda e composição. Gravou nos anos 80 diversos discos com músicas de composição própria e em parcerias. Gravou 8 LPs: 1 "Trio Caçulas do Brasil"; 5 com Zezé di Camargo; 1 Zazá e José João; 1 Zazá Brasil e Maurício Rabelo. Neste momento está preparando para lançar um CD como solista: "Zazá Brsil". Zazá é um ícone da música sertaneja no Brasil, em Goiás e especialmente engrandece a história dos artistas ipamerinos.

Trio Arrasta Pé (José Antonio Gonçalves Ramos)

Com o nome artístico Xavantinho, ele lidera o Trio que vem alegrando as festas da cidade e região, para os que gostam de um bom "arrasta pé". Lançaram o CD "Você vai Comigo" que é o título de uma das músicas. Seu nome é José Antonio Gonçalves Ramos (o do meio da foto)é compositor de parte das músicas que o grupo interpreta. Fazem contratos para festas na cidade e fora.